Astrosphera

Ancient astrological technics uncovered.

O Poder e o significado de um planeta pelas Casas

Um dos primeiros aprendizados em Astrologia Medieval é considerar a posição do planeta numa Casa como indicativo do tempo em que as coisas representadas por ele durarão na vida da pessoa. Apresento um “esquemão” que vai ajudar o estudante:

  • Planetas angulares (nas Casas 1, 10, 7 e 4) indicam longa duração e poder;
  • Planetas sucedentes (nas Casas 11, 5, 2 e 8) indicam duração e poder medianos;
  • Planetas cadentes (9, 3, 12 e 6) indicam pequena duração e poder medíocre.

Ou seja, se eu tenho um planeta na Casa 3, o que ele representa tem pouca intensidade na minha vida. Além disso, os eventos que esse planeta representa durarão pouco, sejam eles bons ou ruins!

Muitas pessoas confundem isso com a qualidade de um planeta, mas estamos falando da quantidade! Um planeta pode estar em domicílio ou em sua exaltação e indicar um evento de qualidade excelente, mas se ele estiver em Casa cadente, o evento ou condição dura pouco! Qualidade não tem nada a ver com poder! Um bom exemplo disso são alguns (muitos) políticos brasileiros.

Qual é a qualidade de um político corrupto? Ínfima, concorda? Entretanto, eles estão no poder e tem capacidade de fazer grandes cagadas! Pois essa situação é exatamente igual a um planeta em detrimento ou em queda numa Casa angular! Um planeta de qualidade pífia (detrimento ou queda) e com grande poder de realização!

Agora imagine uma pessoa com um caráter impoluto, correta, exemplar repleta de consciência social, mas que seja muito, muito pobre. Que poder ela tem de realizar justiça? Qual poder ela tem de pôr os seus sonhos de justiça social em prática? Esse exemplo serve para representar a ação de um planeta em exaltação ou em domicílio em casa cadente.

Dissipando as confusões

Agora vamos por os pingos nos is e nos jotas sobre as Casas. Talvez tenha vindo à sua cabeça a seguinte pergunta:

Mas então, Rodolfo, todos os planetas que estiverem nas Casas 3, 9, 12 e 6 terão força pequena sempre? Isso não é errado? E as pessoas que viajaram (significados das Casas 9 e 3) durante a vida inteira? Se as Casas cadentes indicam eventos de duração pequena e de pouca intensidade, como o planeta que representa esse evento pode estar fraco na vida da pessoa?

Existem muitas maneiras de representar que a pessoa viajou a vida inteira, e todas eles não dependem da posição do planeta na Casa 9, porque a Casa 9 é uma casa cadente e sempre indicará coisas que não duram muito! Abaixo, vou citar apenas duas maneiras de representar uma pessoa que viajou a vida inteira:

  1. O planeta que rege a Casa cadente representante das viagens (Casa 9) pode estar angular;
  2. O nono signo a partir do Ascendente pode conter o Meio do Céu

Perceba que em ambos os casos, não há planetas na Casa 9. Na segunda maneira, o planeta está no nono signo, o que pode confundir um pouco os leitores, então vou mostrar um mapa para facilitar:


O mapa acima pertence a um dos maiores Astrólogos Clássicos que eu já conheci. O que estou ensinando a vocês nesse post é fruto das discussões nas quais esse homem participou, nos fóruns de internet sobre Astrologia Medieval e Mundana. Sou imensamente grato a Steven Birchfield pela generosidade em partilhar seus conhecimentos sem um pingo de hermetismo.

Continuando a análise, note que Steven possui seu marte na Casa 8 mas, além disso, perceba uma coisa interessante: conte os signos a partir do Ascendente e você perceberá que Capricórnio é o nono signo a partir do Ascendente. Esse sistema de Casas funciona, e foi apelidado de sistema de Signos inteiros (do inglês Whole-Sign Houses). Graças aos estudos dos textos Clássicos, esse sistema de Casas foi redescoberto pelos Astrólogos Ocidentais na década de noventa do século passado. Enquanto isso, a Astrologia Indiana há séculos permaneceu com esse sistema…

Como funciona o sistema de signos inteiros? Ele é extremamente simples. Se o meu Ascendente é Áries, qualquer planeta que esteja posicionado em Áries pertencerá à primeira Casa, esteja ele antes ou depois da cúspide do Ascendente! Esse mesmo raciocínio deve ser transposto às outras Casas: Gêmeos é o terceiro signo a partir de Áries e qualquer planeta em Gêmeos está determinado à terceira Casa-Signo. Seguindo esse viés, o Marte de Steven está na nona Casa-Signo!

O sistema de signos inteiros explicado acima pode ser usado ao mesmo tempo que o sistema de signos quadrantes, mas antes é preciso explicar que o sistema de Quadrantes não é nada que você desconheça. Vamos tornar as coisas mais complexas ainda, mas você entenderá.

Os sistemas de Casas que projetam o Equador no zodíaco (Placidus, Koch, Alcabitius) são chamados de sistemas de quadrantes ou divisionais, que você já conhece, isto é, se aprendeu Astrologia moderna, ou Astrologia Psicológica, antes de ler esse post. Consiste em dividir o Equador em 12 segmentos de trinta graus cada um e projetar isso no zodíaco.

A matemática do sistema Divisional seria extremamente simples se o círculo do Equador estivesse alinhado com a eclíptica, porém entre ambos há uma obliquidade de aproximadamente 23 graus. Por isso que as Casas desse tipo de sistema, quando transpostas para o zodíaco, ficam irregulares, com algumas em tamanho maior do que outras! Existem outros fatores que contribuem para isso, mas que tornariam a explicação longa demais. Vou parar por aqui e voltar ao que é mais importante…

O sistema de signos inteiros identifica em que área da vida os planetas se manifestarão. O sistema Divisional faz a mesma coisa e tem uma função paralela muito importante. O “plus” desse sistema é determinar a força de um planeta! Comparado ao sistema de signos inteiros, esse tipo de sistema, além de extrair significados para as Casas, também ajuda o astrólogo a identificar as áreas do mapa mais fracas e as mais fortes: foram aquelas instruções que eu dei lá em cima e que vou repetir aqui:

  • Planetas angulares (nas Casas 1, 10, 7 e 4) indicam longa duração e poder;
  • Planetas sucedentes (nas Casas 11, 5, 2 e 8) indicam duração e poder medianos;
  • Planetas cadentes (9, 3, 12 e 6) indicam pequena duração e poder medíocre.

Talvez você esteja pensando qual dos dois sistemas vai escolher na hora de interpretar o mapa. Antes de tomar essa decisão, porém, um conselho: os dois sistemas podem ser usados dentro do mesmo mapa, nem sempre mesmo tempo, mas seguidamente! Ambos os sistemas se complementam muito, e esse uso simultâneo é endossado nos textos clássicos! Ou seja, você não está fazendo nenhuma loucura em usar dois sistemas de Casas simultaneamente!

Ao começarmos a agir dessa forma, porém, você considerará as interpretações como muito confusas: o Marte em Capricórnio de Steven, ao mesmo tempo que está na Casa 8, está no nono signo a partir do Ascendente. Como a gente lê isso?! Meu conselho é ler não o planeta, mas a Casa, nos dois sistemas, não ao mesmo tempo, mas seguidamente!

Minha sugestão é interpretar a Casa 9 de Steven e logo em seguida o nono signo! Não interprete tudo que um planeta representa ao mesmo tempo, senão sua cuca vai explodir! O planeta representa várias coisas, mas as Casas representam menos, são mais específicas e por isso a melhor maneira de interpretar o mapa é pelas Casas, não pelos planetas! Interprete o planeta em função da Casa, e não a Casa em função do planeta! Espero dar alguns exemplos ainda nesse post.

Por exemplo, o que a Casa IX indica no mapa de Steven é diferente do que o nono signo indica, mas ambos se referem à mesma área da vida! As duas interpretações, portanto, dizem nuances diferentes do setor da vida que compreende viagens e religião. Note que Steven está com a Casa IX vazia; entretanto, o nono signo conta com Marte! Isso representa testemunhos diferentes. Como a nona Casa está vazia, devemos olhar seus regentes; como o nono signo conta com marte, seu testemunho é importante! Após interpretar a nona Casa e o nono signo, consideramos qual é o testemunho mais forte e interpretamos os outros em função dele. E como escolhemos o testemunho mais forte? Escolhendo o planeta mais forte com base no sistema divisional! Veja como isso se processa no mapa de Steven:


Casa IX
Está vazia, então olho os seus regentes. Saturno está em Virgem, na Casa cinco e no quinto signo. Saturno pode ser usado porque Virgem (signo onde se encontra) aspecta Capricórnio (o signo da nona Casa). Dessa forma, Saturno representa religião ligada a diplomacia e a embaixadas (A Casa V representa embaixadores e representantes da fé no exterior!). Na sua juventude, Steven foi um missionário religioso que percorreu vários países para ajudar necessitados e pregar o evangelho.

Nono signo
Conta com Marte, regente dos Signos XII (desgostos, inimigos secretos) e VII (advrsários), exaltado. Devido a questões de doença e de trabalho, Steven teve de processar seus empregadores por terem-no demitido com uma doença degenerativa da coluna. Como marte está em Capricórnio, ele funciona como benéfico que dá o que promete através da natureza marcial, isto é, o conflito!Steven ganhou a causa na justiça (leis são representadas pela Casa IX). Como Marte está numa Casa sucedente (Casa VIII), além dele representar para a questão disputas envolvendo dinheiros e débitos, ele está mais forte do que se estivesse ao mesmo tempo no nono signo e na nona Casa! Como a Casa 9 sempre é fraca, essa é a única maneira de um planeta na nove ser mais forte: estando no nono signo, ele ainda se refere aos significados da Casa 9 (viagens, religião, congresso, etc.), mas como está numa Casa sucedente (a Casa 8), ele é mais forte os eventos que ele representa podem durar mais!

A síntese
Combinando os testemunhos acima: Steven foi um missionário e teve conflito judicial, duas coisas aparentemente sem nenhuma relação, porém ambas guardam relação com o nono Signo/Casa. Devemos posicionar quando essas questões ocorreram na vida de Steven, de um modo grosseiro porque estamos olhando o mapa natal. O período no qual ele foi missionário ocorreu cedo na sua vida porque Saturno está Oriental em relação ao Sol (está atrás do Sol). Já a causa na justiça aconteceu na sua meia-idade porque Marte está Ocidental (à frente do Sol).

Qual durou mais tempo? O conflito durou menos que o período no qual foi missionário porque no sistema de Divisão, a Casa VIII é menos poderosa que a Casa V!

A aplicação do sistema divisional na Astrologia começou a surgir em escritos no século V aproximadamente, tendo a sua prática sedimentada na Idade Média. Pouco a pouco, o sistema de signos inteiros foi dando lugar ao sistema de quadrantes até a idade moderna, quando o sistema de signos inteiros praticamente é ignorado.

Durante algum tempo, essa leitura causou controvérsia entre os Astrólogos. Se Marte tem uma determinação dupla, qual delas funciona? Os Astrólogos helenísticos até hoje falam que a determinação mais correta é considerar as Casas como signos e ignorar os sistemas de Casas baseados em quadrantes, mas no momento eu concordo com Steven de que essa simplicidade é tão errônea quanto jogar a água da bacia com o bebê junto!

5 Comments»

  Gi wrote @

Eu querendo uma canja, aê!😉 Supondo que seja uma Vênus em Gêmeos (décimo signo a partir do ascendente) e que seja regente da casa 2 e 9 (vazias) mas está em conjunção ao MC. Vale como sendo ativa e de “longa duração”? E aí são boas influências porque Vênus não é maléfica ou nada a ver?Cada dia que passe eu me convenço mais da importância da Astrologia Medieval, senão Marte não seria tão problemático pra mim, assim como Saturno.

  Rodolfo Veronese wrote @

E aí Gi?! Há quanto tempo!Essa vênus angular representa sim algo de grande duração! Sendo regente da 9, Vênus em Gêmeos está em aversão e não cuida dos assuntos que Touro representa. Tudo isso porque Touro não aspecta Gêmeos! Isso pode indicar que a nativa não tem uma fé ou então esta será completamente diferente da espiritualidade do seu meio! Uma espiritualidade alternativa.Todavia, Gêmeos aspecta libra (regente da Casa 2) e com isso podemos julgar que a nativa terá muita substância da sua carreira (Casa X), e que ele pode consistir em lidar com objetos (Casa 2) carregados de valor artístico (Vênus)

  Gi wrote @

Pois é, eu fiquei sem computador um tempo e minha vida virou de cabeça pra baixo. Muito obrigada pela resposta. E tudo vendo o dispositor desses planetas também, né? Quando posso, estou sempre por aqui e no Yuzuru e dou dicas a amigos que se interessam por Astrologia. Bjs

  Heliamar Corrêa wrote @

Meu mapa então é bem fraquinho? Eu tenho sol e saturno em aries na casa 3, o regente Marte em libra na casa 9, jupter em cancer na casa 6

  Anônimo wrote @

Caro Rodolfo
Eu tenho Júpiter aquario no MC no nono signo do meu ASC Gemeos.Apesar de reger a 7ºcasa sou solteiro aos 52 anos e nunca tive sorte ao amor.Como se explica isso?
paulo


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: