Astrosphera

Ancient astrological technics uncovered.

Força = bondade?

Se você ler esta nota, perceberá que estou operando o blog em low-profile. Mesmo assim, não deixo de escrever alguns pensamentos astrológicos, como o texto abaixo.

Uma pessoa forte pode ser muito má, se aproveitar do seu potencial e destruir tudo. A mesma coisa ocorre com os planetas.

O que você faz para perceber se um planeta está forte no mapa? Eu vou direto para as casas angulares (1, 4, 7 e 10). Se tiver algum planeta nelas, eu sei que ele é forte.

Quer dizer que a personalidade (casa 1) , carreira (casa 10), parcerias (casa 7) e família (casa 4) são as coisas mais fortes da vida de uma pessoa? Não. Pensando assim você confunde um pouco como se deve ler o mapa…

O mapa astrológico tem uma dupla função. Através das posições dos planetas, sabemos:

  • Se eles estão fortes ou fracos;
  • A quais assuntos eles se relacionam.

Um planeta na casa 4 tem relação com a família? claro que sim, mas ao mesmo tempo ele está forte por se encontrar numa casa angular. Isso significa que as casas e partes árabes que ele rege ganham imenso poder.

Se o hipotético planeta na casa 4 rege a casa 12, significa que ele também possui relação com inimigos secretos, segredos e grandes animais, os temas do décimo segundo espaço. A pergunta que não quer calar é: afinal de contas, o planeta do exemplo tem a ver com a casa 4 ou com a casa 12? Ambas. Por estar na casa 4, o planeta tem a ver com família, mas ao mesmo tempo ele rege a casa 12 e possui relação com inimigos secretos. Eventualmente, isso pode significar que o nativo encontra coisas de casa 12 dentro da casa 4, mas isso nem sempre é verdadeiro.

O que gostaria de reforçar nesse artigo é que planetas angulares levam força para os assuntos que eles regem. Uma pessoa com o regente da casa 12 angular possui inimigos secretos poderosos, e precisa se precaver, principalmente se o planeta for maléfico. Aqui retomamos o início do artigo, onde falei que uma pessoa forte pode ser muito má.

Como diria Robert Zoller, maléficos angulares são problemas, mas eu gostaria de especificar mais ainda essa verdade: maléficos angulares regendo casas e partes árabes maléficas são muito, muito problemáticos.

A angularidade de um planeta não pode ser confundica com sua dignidade por signo. As dignidades essenciais são um critério de descrição da qualidade da ação de um planeta.

As pessoas confundem qualidade com poder, e nada como um exemplo simples para se desfazer dessa confusão. Imagine um político muito poderoso, mas que só promove obras e projetos sociais ridículos, com desvio de verbas e pouco benefício para as pessoas. Trata-se de uma pessoa com poder para fazer o que quiser, e ao mesmo tempo ele só faz coisas de baixa qualidade e aceitação popular, coisas que as dignidades essenciais refletem.

Planetas nos seus domicílios indicam coisas de qualidade e estabilidade.
Planetas nas suas exaltações indicam coisas que subitamente acontecem, de grande poder. É muito associado a reis e políticos eleitos, pois eles são exaltados frente aos outros.
Planetas em queda ou em detrimento indicam o contrário de tudo que foi dito acima, embora eles ainda sejam capazes de fazer alguma coisa, aos “trancos e barrancos”.

Claro que você tem que adaptar as dignidades aos assuntos que rege. O que seria um regente da casa 12 exaltado? A casa 12 nunca deixa de ser seus inimigos ou segredos. Ter um regente de casa maléfica com boas dignidades fortalece as coisas que ela rege.

Nunca devemos confundir força com bondade. Na “vida real”, essas coisas são claramente distintas, mas parece que na Astrologia essas duas qualidades se misturam erroneamente. Não sei porquê…

2 Comments»

  Tetê wrote @

Rodolfo,”Planetas nos seus domicílios indicam coisas de qualidade e estabilidade.Planetas nas suas exaltações indicam coisas que subitamente acontecem, de grande poder. É muito associado a reis e políticos eleitos, pois eles são exaltados frente aos outros.Planetas em queda ou em detrimento indicam o contrário de tudo que foi dito acima, embora eles ainda sejam capazes de fazer alguma coisa, aos “trancos e barrancos”.”vc falou sobre domicilio, exaltação, queda e detrimento: e quando o planeta está peregrino?

  Rodolfo Veronese wrote @

geralmente indica circunstâncias que mudam com frequência maior. Se o regente de uma casa está peregrino, você tem que relativizar. Um regente pergrino, bem aspectado e angular prevalece sobre um regente no seu domicílio e cadente, mal aspectado, etc.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: