Astrosphera

Ancient astrological technics uncovered.

tudo tem uma função

Pergunta sobre a cor do animal vencedor

Se alguém que não tem animal algum te interrogar sobre qual há de ganhar, observa o senhor da hora. Se este se encontrar no Ascendente ou [você] encontrar outro planeta neste, no Meio do Céu ou na décima primeira casa, aquele que ganhar neste dia tem um animal com a cor do planeta que estiver em algum desses locais; e se o significador estiver em seu Domicílio, Exaltação ou Triplicidade, Término ou Face, o dito animal será de boa raça e famoso, mais importante se [estiver] em seu Domicílio ou Exaltação, o que não for destes será mal. Se não estiver em nenhum dos anteriores, será um animal desconhecido.
Se estiver em sua queda, tem maus hábitos e má intenção; em sua Exaltação e Domicílio, será de boa raça; em sua Triplicidade não será conhecido na região e não será de boa raça. Nos seus Termos ou Face será famoso na região, porém não será [famoso] de raça e não se seberá de que terra é.

Zahel. Interrogações Astrológicas. Tradução de Demétrio Santos do Latim para o Espanhol. Editora Teorema S.A.




Poucas questões astrológicas como essa fazem um uso completo de todos os fundamentos da Astrologia Tradicional. Ela é a prova de que nosso conhecimento recente dos fundamentos da Astrologia é muito parco se comparado ao dos antigos como Zahel (Sahl).

Al Biruni em seu livro publica uma série de listas para cada planeta, revelando as correspondências dos materiais terrestres com os corpos celestes. Por exemplo, o Sol tem regência sobre o Ouro, marte sobre o Ferro, Saturno sobre o chumbo, etc. O fato é que, ao lermos estas listas imensas, não fazemos idéia de que serventia esse compêndio tem. No texto acima há um claro exemplo de aplicação.

Quando você analisa um planeta e vê que ele se encontra em seu Termo ou Face, não faz a mínima idéia do que isso representa. Também temos acima uma boa explicação.

É bom se lembrar de que a Astrologia Horária e a Eletiva eram tão importantes quanto a Astrologia Natal. Para se ter uma idéia da importância da primeira, basta ver que no Liber Astronomiae o Tratado de Astrologia Natal é o Nono do compêndio. Antes dela, Bonatti discorria sobre Horária, Eletiva, Revoluções do Mundo…

Nem tudo que você vê nos livros é destinado a Astrologia Natal. Eu mesmo já quebrei a cabeça para tentar aplicar algumas coisas e não consegui. Por exemplo, já vi pessoas com planetas na casa 6 e fiquei curioso se elas teriam animais domésticos, uma das coisas que essa casa representa. Pela lista de objetos, vegetais e animais dada por Al-Biruni, confesso que não consegui encontrar correspondência entre os animais que a pessoa tinha e os planetas que estavam na casa 6. Talvez fosse melhor procurar um outro planeta que tivesse relação com o assunto e que estivesse numa casa boa da figura, já que a casa seis é maléfica e fraca, mas isso é assunto para outra ocasião. No presente momento, acho que a lista tem maior aplicabilidade em questões horárias como a de Zahel.

Publiquei este trecho para mostrar ao estudante que todos os conceitos medievais podem ter uma aplicação ainda hoje. Tudo isso depende do contexto no qual eles são aplicados. Um planeta em seu Domicílio aqui diz que o animal representado pelo planeta é de boa linhagem, mas é claro que quando nos referimos a seres humanos, as dignidades essenciais terão outra função. Tratam-se de critérios de descrição das pessoas e objetos, mais do que simplesmente definições preconceituosas, como alguns astrólogos criticam. Sem estes critérios, a correspondência entre o Céu e a Terra se perde.

Se você estuda Astrologia Medieval, seu esforço será recompensado à medida em que adquirir mais e mais literatura sobre o tema. Aí então verá que todos os conceitos básicos tem uma aplicabilidade no momento certo. Ingressar nesse caminho antes de entrar em contato com eles pode tornar impossível o estudo.

No exemplo acima, perguntei hipoteticamente qual seria a cor do cavalo vencedor. Se eu tivesse um cavalo, teria perdido a corrida, já que o regente da hora é a Lua e ela se encontra numa casa ruim, a décima segunda. O planeta que representa o animal vencedor pode ser encontrado nas casas 1, 10 e 11, nesta ordem de importância. Como Júpiter está na casa 11, ele representa o vencedor. Ele se encontra no seu Domicílio, então o animal vencedor é de raça e muito conhecido pelas pessoas ao redor.

Se procurarmos a cor deste animal na lista dada por Al-Biruni, veremos a seguinte descrição de Júpiter:

Jupiter é moderadamente quente e úmido. O grande benéfico. Masculino, Diurno. Doce, um pouco ácido, delicioso. Cor de poeira e branco misturado com amarelo e marrom, brilhante.




A descrição da cor é complexa, mas que nos dá um espectro de tonalidades pertencentes a Júpiter. Não devemos buscar com furor dogmático apenas uma cor. Concluo que o animal será de raça e terá uma cor clara, misturada com amarelo e marrom. Misturando todos os tons que ele cita, dá a cor amarronzada ao lado, quase verde. Já vi alguns autores citarem verde como a cor de Júpiter. A percepção das cores é extremamente relativa, permite inúmeras descrições e os erros de tradução não ajudam muito. A melhor coisa a ser feita é buscar num software de desenho a cor de um planeta conforme vários autores e chegar a um consenso, já que obviamente não há registro algum da cor do planeta. Um trabalho nessa área seria interessante e original.

No comments yet»

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: