Astrosphera

Ancient astrological technics uncovered.

maneira simples de calcular as Partes

Geralmente, o lote cai fora em certo zoidon pela consideração do grau em outro zoidon. Isso resulta do graus dos luminares e do Ascendente quando estão no início ou no fim dos zoidia.

A frase acima está no segundo livro da Antologia de Vettius Valens de Antioquia. É preciso explicá-la fora do contexto: Valens queria dizer que há outra maneira de se calcular as Partes (chamadas aqui de “Lotes”), mais precisa. Aparentemente ele só pode estar se referindo ao cálculo aritmético da Parte, pois ele cita “graus”. Isso nos dá uma grande margem para concluir que há outra maneira mais simples, e de fato ela tem muita relação com o sistema de signos inteiros empregado por Valens e seus contemporâneos. Também significa que a maneira “aritmética” é a mais empregada hoje em dia. Mas será que há diferenças entre as duas? Se você quer calcular uma Parte e os planetas empregados no cálculo estão no fim de um signo, então haverá diferenças entre os dois modos de se calcular, mas vamos aqui ensinar o método mais antigo, que é muito mais prático.

Tomemos um exemplo: você quer saber como é a parte da Fortuna num mapa diurno. A fórmula, nesse caso, é a distância do sol até a lua, somada ao ascendente. A maneira que todos ensinam é a dita “aritmética”, pois você tem que fazer subtração e soma para chegar ao resultado. Antes disso, porém havia uma maneira mais imprecisa: contava-se os signos entre o sol e a lua e a seguir contava-se novamente o mesmo número a partir do ascendente. A unidade de medida aqui não eram os graus, mas sim os signos.

Imaginado isso, vamos para um exemplo. No meu mapa, o Sol está em Áries e a Lua em Touro. Eu conto, a partir do Sol, quantos signos há até a lua. São dois no total: Áries e Touro. Pega-se esta mesma quantidade e conta-se a partir do ascendente que, por coincidência, está em Áries como o Sol. A minha Parte da Fortuna, portanto, está em Touro.

Se você usar a maneira “aritmética” para encontrar a minha Fortuna, chegará ao mesmo resultado. Isto porque o Sol e a Lua estão em graus muito precoces nos seus respectivos signos e o Ascendente está praticamente na metade do signo. O que mais desperta curiosidade, contudo, é iomaginar situações nas quais os dois cálculos chegam a resultados diferentes. Qual método gera na prática maior precisão nas interpretações?

3 Comments»

  Renata wrote @

Olá!!!Super elucidativo seu blog, vou virar freguesa \o/Bjus

  Gigi wrote @

A minha dá diferente nesse exemplo que você deu. Na conta dá Libra e se eu fizer assim, é Escorpião. Deve ser porque meu ascendente é quase em Leão, a 0°29 de Virgem.

  Rodolfo Veronese wrote @

O negócio é ver se essa nova parte – calculada pelo modo mais simples – funciona.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: