Astrosphera

Ancient astrological technics uncovered.

Esboço de uma astrologia médica medieval

Esse é o tema mais deficiente da astrologia moderna, e os astrólogos antigos não ficam atrás. Há poucos livros de astrologia natal que o abordem com algum detalhe. Na modernidade não existem regras claras, as pessoas misturam a psicologia do adoecer com medicina propriamente dita… Como tudo é psicológico mesmo, os vocacionados a médicos astrólogos se dão mal… O que o autor desse blog busca é astrologia diagnóstica, a capacidade de prever doenças e seus prognósticos através da natividade e de técnicas preditivas.

Recentemente achei alguns aforismos de um autor do Renascimento chamado Johannes Schoener. Todos o criticam por fazer parte de um período no qual a astrologia foi reformulada de acordo com o simplista Ptolomeu traduzido do texto grego. Isto é fato, mas sempre sobra alguma coisa dos autores árabes para se analisar nos textos de astrologia do Renascimento, e um pouco de senso crítico não faz mal a ninguém para separarmos o que é novo e simplório do velho e complexo.

Schoener pede para que analisemos não somente a casa 6, mas também a casa 7 na questão de enfermidades. Se não me engano, a casa 1 também está envolvida, bem como a lua. Ele diferencia as aflições da alma das aflições do corpo: Se o ascendente e/ou a lua são feridos por aspectos de maléficos, o corpo sofre. Se é o regente do ascendente e/ou da lua, a alma sofre. No meu mapa, tenho o regente do ascedente aflito e uma tendência clara a depressão, corrobrada pelo fato de Saturno (melancolia) estar proeminente no descendente e, com isso, opõe-se ao Ascendente.

O que escreverei aqui se trata das minhas conclusões perante observação de casos clínicos, associada a pequenas influências do que li no autor renascentista. Haverá outro post, no qual eu me preocuparei com as teorias e observações de Robert Zoller, mas infelizmente astrologia médica não é o tema melhor discutido do curso que faço no momento.

A casa 7 e 6 seriam regiões importantes: uma por estar em aversão ao ascendente, outra por se opor a este, tendo indicação clara de fenômenos que se opõem a vida, não somente inimigos. A casa oito indica as condições da morte, e na minha experiência eu a vejo como o cúmulo do adoecer, a descrição do grau máximo de um processo. Ou seja, ela não indicaria o tipo de doença, mas como as doenças às quais você tem prédisposição geram sintomas insuportáveis que culminam com a morte, como sufocamento, dores excruciantes, etc.

Em segundo lugar, doença é um tema no qual os benéficos deixam de merecer essa nomenclatura se possuem relação com o assunto. Benéficos podem sim representar doenças. Os males Jupiterianos e venusianos, contudo, sempre se relacionam a excessos de prazer e comida, coisas consideradas boas. Vênus tem muita relação com o útero feminino, já indicada pelos árabes em astrologia eletiva. Uma vênus aflita pode gerar inúmeros problemas uterinos que impedem a gestação, ou até mesmo a agenesia (ausência) de útero.

Há muita confusão sobre o uso dos signos como partes do corpo, porque as casas também possuem esse papel, mas o primeiro antecede o segundo, sendo o último uma descrição típica dos livros do renascimento que prefiro “deixar de molho” para testes posteriores. Mesmo assim é importante frisar que os achados de Charles Harvey sobre acidentes envolvendo a cabeça apontam para alfições na casa 1 ao invés do signo de Áries.

No presente momento, parto da análise reversa para encontrar alguma via lógica e plausível. Eu sei previamente que o mapa acima pertence a uma mulher que teve um nódulo no seio, com posterior extirpação deste. Imediatamente vem a tona a lembrança das casas sete e seis como indicadoras de doenças. Como elas estão vazias, recorro aos seus regentes. A lua, regente da casa sete, está aflita por uma quadratura com marte. Como ela rege Câncer, e o signo depende do planeta, e não o contrário, então a lua pode representar enfermidades cancerianas – não confundir a doença “câncer” com o signo de Caranguejo: refiro-me à enfermidades que se localizem na parte do corpo regida pelo signo da casa 7 ou seis aflito pelo dano que seu regente sofre.

Se isto procede mesmo, então Gêmeos na seis pode trazer problemas pulmonares sérios para a nativa se mercúrio estiver aflito. De acordo com Bonatti em seus aforismos, se um planeta “A” está em conjunção corpórea com outro “B” que esteja em detrimento ou queda, isso representa uma debilidade para “A”. Como mercúrio está em conjunção com Júpiter em Capricórnio, podemos esperar problemas pulmonares.

Eu sempre tive tendência a rinite alérgica, problemas respiratórios, amigdalite, melancolia e sangramento retal devido a dieta e absorção excessiva de água das fezes, claro que todos em tempos diferentes. A lua em touro não está aflita, porém em trânsitos ela pode ficar e gerar aflição na parte regida por Touro (garganta) – faringoamigdalite na certa. Mercúrio rege Gêmeos e Virgem, signos pulmonar e visceral respectivamente. Ele está em Peixes, seu detrimento, na casa 12. Soma-se a isso que mercúrio representa a mente, o que corrobora a aflição do meu regente do ascendente, enfatizando tendências melancólicas. Alguns dos signos mencionados não são ativados, mas porquê? Minha opinião é que o signo lunar sempre é importante, mas não a casa que a lua rege. Quanto ao regente das casas de doença, creio que não passem por esse mesmo raciocínio – os signos que eles regem, mesmo aqueles fora das casas 6 ou 7, são importantes. Ou seja, não seria bom ignorar áries se escorpião estiver na casa 6 ou 7, pois ambos são regidos por marte.

No meu mapa, a casa 12 mostra também alguma importância para doença, como Zoller indica pela sua experiência. Seu regente – Júpiter – se encontra em Escorpião retrógrado, aflição que poderia significar o problema de sangramento nas fezes, já que estamos falando da presença de um hipotético regente de doença no signo do ânus.

Conclusões nada definitivas: Os seguintes pontos apresentados, se aflitos, podem gerar doenças, nas condições especificadas abaixo:

  • Regentes das casas seis, doze e sete: geram aflições nas partes do corpo dos signos onde se encontram e dos signos que regem, se aflitos.
  • Lua – Gera aflição na parte do corpo do signo onde se encontra, e não do signo que rege. Caso contrário todos teriam problemas no peito, parte regida por Caranguejo!
  • Regentes da Lua e do ascendente: podem gerar problemas psiquiátricos e conflitos psicológicos geradores de sintomas (igualmente psicológicos) incapacitantes.
  • Planetas nos ângulos – Não somente predispõem a um determinado tipo de comportamento, mas também a um tipo de adoecer. Esse tema depende do estudo das doenças que cada planeta representa, e é muito extenso para ser descrito aqui. A observação cuidadosa deve bastar.
  • Partes árabes referentes a doença – A Pars Infirmitatum não vem demonstrando bons resultados no diagnóstico da parte do corpo atingida. Especulo que talvez ela se refira a vitalidade geral do nativo ou ao tipo de evento que esteja relacionado a doença. Se a parte ou seu regente estiver na casa nove, por exemplo, o nativo pode adoecer em viagens, e assim suscessivamente.

Essa é somente uma introdução à visão médica do mapa, (muito) sujeita a erros e que pode contar com a sua ajuda. Envie seus dados natais, com as suas doenças recorrentes, para que eu possa estudar e chegar a conclusões mais maduras. Eu não responderei porque ainda não sou capaz de concluir nesse tema, só de especular. Muitas pessoas hão de discordar desse artigo, mas ele é apenas um esboço de uma astrologia médica medieval, da mesma forma que Freud escreveu um “esboço de psicanálise”.

4 Comments»

  descolado wrote @

Está fazendo o curso extenso do Zoller ? Tem gente que é mesmo chique no urtimo !Sangramento retal ? Ai, excesso de informacao, will robinson ! Mas vc é médico entao nao liga pra essas coisas… sugiro uma visita ao proctologista, já que temos mapas com certas semelhancas, e eu tive que tirar dois teratomas, praticamente gemeos, do cólon, antes que virassem cancer.

  Rodolfo Veronese wrote @

Parece pagação de mico o que fiz, mas é puro interesse cinetífico.Eu fui três vezes ao procto, mas em todas os exames não acusaram nada além das famosas fissuras. Nem hemorróida eu tinha.Mas que eu me borro de medo mesmo sendo médico, ah sim…

  danielle W wrote @

Olá, faz tempo que você postou este este assunto, nem sei se vc vai ler meu comentário. (espero que sim).Meu nome é DanielleNasci dia 15/03/1969 as 12:47h,na cidade do Rio de Janeiro/RJ.desde que menstruei pela primeira vez (na verdade primeiro veio a dor, e depois a menstruação) sinto dores horríveis, nas primeiras 24hs da menstruação.Estou com 40 anos e já tentei de tudo. A única coisa que resolveu foi quando passei um tempo sem menstruar, mas tive outros efeitos colaterais horríveis então desisti deste método.estava lendo seu artigo. Minha Vênus está em conjunção com saturno (regente da minha casa oito). Ela parece estar bem, tem um semi-sextil com o sol e o meu nódulo norte, e um sextil com a minha lua.. contudo.. saturno em áries não é bom né…gostaria que vc analisasse o meu mapa e dissesse o que vê a respeito disso, se tem alguma solução. Os anos passam e eu começo a ficar cada vez mais desesperada… a impressão que dá é que as dores estão sendo mais frequentes… não sei se é a vida que passa mais rápida e rotineira.. e então as dores tomam uma expressão mais forte.. ou outra coisa.. só sei que há mais de 25 anos eu sinto dores horríveis de 28 em 28 dias, já que tenho o ciclo muito certinho (talvez influência de saturno..rs).OBRIGADA.Meu email é daniwirtz@hotmail.com

  Anônimo wrote @

Olá, é a primeira vez que visito o blog. Vejo que faz 5 anos que publicou esse post mas deixo aqui meus dados caso vc ainda possa me dizer se algumas de minhas doenças está relacionada ao mapa:

25/06/1994, 20:00 pm, Bambuí-MG

Também tenho amigdalite; já tive uma séria inflamação no polegar direito e por conta disso ele ficou um pouco defeituoso e tive que passar por cirurgia; sempre tenho problemas na garganta; já tive problemas no intestino e leucemia; também tenho problema na pele, não posso ficar um minuto sequer exposta ao sol pra começar a queimar e arder muito mesmo com bloqueador solar.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: