Astrosphera

Ancient astrological technics uncovered.

Revolução Solar e o mapa natal

No blog Griphon Astrology, a autora nos dá dicas de como interpretar os planetas da revolução solar. Para ela, os planetas não perdem a sua determinação natal. Por exemplo: Se marte no meu mapa natal rege a casa um e oito, ele sempre terá essa determinação, mesmo na revolução solar. Assim, percebemos para onde a carreira se direcionará olhando a posição do regente natal da casa dez na revolução solar. Se o regente da casa dez do mapa natal estiver esse ano na casa quatro, problemas domésticos podem afetar o emprego, ou os negócios podem se voltar para a compra e venda de imóveis.
Robert Zoller, em seu curso, dá uma série de procedimentos para sistematizar a interpretação da Revolução, porém o mais importante é comparar as profecções do ano em questão com a leitura da Revolução solar. Se a casa dez projetada para o ano em questão é regida por um planeta em mal estado cósmico, a mesma casa na revolução deve ser analisada. Existem milhares de combinações, que variam desde uma casa 10 excelente, tanto na revolução quanto no mapa natal, até a demissão do emprego, com ambas em péssimo estado. Ao contrário de Nina, Robert lê também a Revolução separadamente, com suas regências. A análise do regente do Ascendente da revolução em ambos os mapas também se mostra reveladora. Pelo bem da sua sanidade mental, só não misture as duas técnicas!
Enfim, Revolução Solar é que nem Neston: existem mil e uma maneiras de interpretá-la. Não creio que seja melhor você sozinho descobrir a sua, como diria o comercial do farináceo da Nestlé. Faça um bom curso de astrologia medieval para ter noção, ou saia por aí comprando livros. Há uma boa tradição que deve ser seguida em prol da acurácia dos prognósticos.

2 Comments»

  yuzuru wrote @

A nina é seguidora do Frawley, que muitas vezes inventa coisas e diz que é tradicional, entao a fonte é um pouco suspeita. Pode ser que sim ou que nao.

  Ricardo wrote @

Segundo o livro do Weiss Morin tmb diz a determinação do planeta na revolução continua igual na revolução, mas fico com um pé atrás no que ele fala.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: